SARGENTO DO QUADRO ESPECIAL - EXÉRCITO BRASILEIRO


 

. Publicação: . Partes: . Ementa: ADMINISTRATIVO. MILITAR DO EXÉRCITO. TERCEIRO SARGENTO DO QUADRO ESPECIAL. DIREITO DE PROMOÇÃO A SEGUNDO SARGENTO, SE SATISFEITOS OS... Sargento do Quadro Especial tem direito à promoção a Segundo Sargento

TRF3 - 05 de Junho de 2001

de obter a promoção à graduação de Terceiro-Sargento do Quadro Especial de Terceiros Sargentos, criado através do Decreto nº 86.289/81. II Revela-se decisivo...: . Ementa: ADMINISTRATIVO. MILITAR. REQUERIMENTO DE PROMOÇÃO A TERCEIRO

TRF2 - 15 de Junho de 2005

. CABO. QUADRO ESPECIAL DE TERCEIRO SARGENTO. INEXISTÊNCIA DE VAGA. DECRETO N... nº 86.289/81, para o acesso ao Quadro Especial de Terceiro-Sargento, destinado

TRF5 - 03 de Junho de 2008

» Mais 17 decisões sobre "Terceiro-sargento do Quadro Especial"



Escrito por quadroespecial às 00h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DEIXEM SUA OPINIÃO SOBRE A FEIRA DO COLEGIO MILITAR DO RECIFE NO DIA 4 DE FEVEREIRO!

QUE ACHOU DA FEIRA?

E A CANTINA? VEJO QUE EM DIAS DE EVENTOS A CANTINA NAO CONSEGUE ATENDER. AS CRIAÇAS SAEM DO SOL E VAO PARA FILAS!!

NAO PODIAMOS FAZER NOSSA CANTINA COM BARRACA PADRONIZADAS. SO PEDIR A PREFEITURA.

CADE OS ESTAND DAS EDITORES? SO TINHA DE LINGUAS, OPERADORA VIVO E BIOLOGIA!

 

 



Escrito por quadroespecial às 00h31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SÓ FALTAVA ESSA: JOBIM QUE MODIFICAR CURRÍCULOS DAS FORÇAS ARMADAS

Nelson Jobim planeja modificar currículo das Forças Armadas
Em quatro anos Jobim planeja modificar a formação dos militares 

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, decidiu atualizar a formação política dos oficiais das Três Forças. A ideia é substituir conceitos da Guerra Fria, que deram a base ideológica para o regime de 64. Embora o país já tenha completado três décadas de democratização, até hoje as academias militares resistem à ideia de que as Forças Armadas devam ser inteiramente subordinadas às decisões do Poder Civil e alguns chegam a defender o período autoritário. Recentemente, na formatura de uma turma de cadetes que escolhera o general presidente Emílio Médici como patrono, Jobim enfrentou reações indisciplinadas ao fazer a defesa do estado de direito.
Agência Senado

Comento:
Sejamos sinceros: os altos coturnos estão colhendo o que plantaram. Como dizia minha avó "quem muito se abaixa, o fundilho aparece". Deu no que deu. Pelo que foi veiculado na imprensa, os generais não o aplaudiram em seu discurso na AMAN. Em outras épocas, os militares eram proibidos de aplaudir discursos, pois tais manifestações de apreço poderiam dar margem à eventuais manifestações de desapreço. Hoje, a falta do aplauso virou "reação indisciplinada". Que tempos!


Escrito por quadroespecial às 00h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SÓ FALTAVA ESSA: JOBIM QUE MODIFICAR CURRÍCULOS DAS FORÇAS ARMADAS

Nelson Jobim planeja modificar currículo das Forças Armadas
Em quatro anos Jobim planeja modificar a formação dos militares 

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, decidiu atualizar a formação política dos oficiais das Três Forças. A ideia é substituir conceitos da Guerra Fria, que deram a base ideológica para o regime de 64. Embora o país já tenha completado três décadas de democratização, até hoje as academias militares resistem à ideia de que as Forças Armadas devam ser inteiramente subordinadas às decisões do Poder Civil e alguns chegam a defender o período autoritário. Recentemente, na formatura de uma turma de cadetes que escolhera o general presidente Emílio Médici como patrono, Jobim enfrentou reações indisciplinadas ao fazer a defesa do estado de direito.
Agência Senado

Comento:
Sejamos sinceros: os altos coturnos estão colhendo o que plantaram. Como dizia minha avó "quem muito se abaixa, o fundilho aparece". Deu no que deu. Pelo que foi veiculado na imprensa, os generais não o aplaudiram em seu discurso na AMAN. Em outras épocas, os militares eram proibidos de aplaudir discursos, pois tais manifestações de apreço poderiam dar margem à eventuais manifestações de desapreço. Hoje, a falta do aplauso virou "reação indisciplinada". Que tempos!


Escrito por quadroespecial às 00h17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CANDIDATOS DE BAIXA RENDA SERÃO ISENTADOS DE TAXA EM CONCURSOS DAS FORÇAS ARMADAS

Forças Armadas devem isentar de taxa candidatos hipossuficientes em concursos

Consultoria Jurídica do Ministério da Defesa emitiu parecer após questionamento feito pelo MPF/PB
Os concursos públicos vinculados às Forças Armadas devem isentar do pagamento da taxa de inscrição os candidatos comprovadamente hipossuficientes. A orientação consta em parecer da Consultoria Jurídica do Ministério da Defesa, emitido após o Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB) solicitar esclarecimentos sobre a questão. O parecer vincula de imediato todas as consultorias jurídicas-adjuntas dos Comandos Militares ao cumprimento da orientação jurídica.
Conforme o parecer do consultor jurídico do Ministério da Defesa, a exigência da taxa de inscrição, feita sem ressalvas, coloca no mesmo patamar situações marcadas pela desigualdade. O parecer considera que se houvesse uma norma específica sobre taxa de inscrição no Estatuto dos Militares, “a mesma não poderia, sob pena de flagrante inconstitucionalidade, desprezar a situação economicamente desfavorável de potenciais candidatos”.
Ainda de acordo com o parecer, como as Forças Armadas não dispõem de norma própria sobre a isenção de taxa de inscrição em concursos públicos militares, deve ser aplicado analogicamente o disposto no artigo 11 da Lei nº 8.112/90 (Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União), regulado pelo Decreto nº 6.593/2008 e conjugado com o disposto nos artigos 15 e 19 da Lei nº 6.944/2009, o qual estipula que se deverá prever a possibilidade de isenção de taxa de inscrição para os candidatos de baixa renda.
Para o procurador da República José Guilherme Ferraz da Costa, é salutar quando os entes públicos se convencem acerca das ponderações do Ministério Público em benefício dos direitos do cidadão e corrigem espontaneamente sua própria conduta.
Em 2009, o Ministério Público Federal instaurou procedimento administrativo para verificar o motivo da ausência de isenção do valor da taxa de inscrição, para candidatos de baixa renda, no Exame de Admissão ao Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento da Aeronáutica e no Exame de Admissão ao Curso de Sargentos da Aeronáutica. Os editais dos referidos exames de admissão determinavam que não haveria isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição. O MPF entendeu que tal determinação estaria em desacordo com os princípios constitucionalmente assegurados, prejudicando a acessibilidade às carreiras militares para os candidatos hipossuficientes.
MPT/Notícias


Escrito por quadroespecial às 00h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, Portuguese, Política, Música, LER A BIBLIA
Outro -
Histórico
Categorias
  Todas as Categorias
  Evento
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  SENADO FEDERAL
  CAMARA DOS DEPUTADOS
  QUADRO ESPECIAL DA AERONAUTICA
  SITE DO MILITAR
  RESENHA CCOMSEx
  NOTICIAS MILITARES EM TEMPO REAL
  PROJETOS
  BLOG DO NORDESTE
  AUDIÊNCIA REALIZADA EM 14/12/2010 SOBRE SGT QE
  NOTICIÁRIO DO EXÉRCITO
  CONHEÇA SUAS FORÇAS ARMADAS
  PARTIDO MILITAR
  TV CAMARA
  TV VERDE OLIVEIRA
  NOTICIAS DO JORNAL O GLOBO
  LEIA A BÍBLICA AQUI
  NOTICIAS R7
  NOTICIAS DIÁRIAS FORÇAS ARMADAS
  CONSTRUÇÃO DE SITES
  CLUBE DOS MILITARES DA RESERVA
  VENHA PARA O PARTIDO LIBERAL CRISTÃ?O - PLC
  BAIXAR FILMES RELIGIOSOS GRÃ?TIS
  Felipe do Veneza
  ASS MIL RESERVA
  NOTICIAS DOS QEs
Votação
  Dê uma nota para meu blog